SÍNDROME PARA TODO GOSTO

          Atualmente, as pessoas não ficam tristes, ficam deprimidas. É como se a tristeza não fosse algo possível, como se sempre fosse necessário um problema físico, orgânico, para explicar um sentimento sem explicação.

      Atualmente, as pessoas não ficam cansadas, ficam estressadas. O cansaço do corpo não é mais permitido, é algo menor, é preciso um cansaço total, mental e físico, podendo levar até a um quadro clínico.

         Atualmente, as pessoas não são mais ruins, são desequilibradas. Para qualquer ato desalmado há sempre um distúrbio psíquico a ser lembrado.

Por quê?

         Não tenho a mínima ideia.

       Que mentira!! É claro que uma cronista abelhuda sempre tem uma ideia sobre tudo. Se não, não estaria escrevendo essa crônica.

        Penso que deva ser porque tornou-se politicamente incorreto dizer que alguém tem péssimo caráter, ou é preguiçosa, e por aí vai. Tenho de confessar que, de vez em quando, o politicamente correto, me cansa um pouco.

         Antes que me crucifiquem em pleno março, sem esperar dezembro, claro que há pessoas que são realmente doentes e não são a essas que estou me referindo, mas àquelas que pegam uma carona em alguma síndrome para justificar suas atitudes ou a falta delas. E eu nunca vi tanta síndrome nova. A cada dia, aparece uma síndrome diferente! Desse jeito, forçando um pouquinho aqui, um pouquinho ali, todo mundo consegue uma síndrome para chamar de sua.

        Agora, preciso revelar um segredo muito bem guardado: gosto de ficar triste de vez em quando. Gosto até de sofrer um pouquinho. Parece loucura admitir assim, por escrito, mas percebo que todo mundo gosta de sentir um pouco de pena de si próprio. É quase um acolhimento. Um afeto que fazemos a nós mesmos. Obviamente, não pode ser duradouro, mas qual o problema em deixar uma lágrima escorrer? Tenho certeza de que faz bem e desentope os canais lacrimais, há tanto tempo sem uso.

        Quando essa pequena tristeza vai embora, é a época que fico mais feliz. Acredito no contraste. Pense comigo. Tem momento em que o Sol está mais radiante do que depois de dias e dias de chuva? Com a tristeza e a felicidade acontece o mesmo.

        Enfim, fique triste, esteja cansado, sinta preguiça ou raiva... se for preciso, faça até uma maldade(de preferência, bem pequena), mas assuma seus sentimentos e as consequências deles. Não se esconda atrás de doenças imaginárias. Somos todos humanos. Compreendemos muito bem!

 

         São Paulo, 29/03/2022